Aposentadoria por Invalidez

 Aposentadoria por Invalidez, quando o corpo ou a mente fica incapacitada para o trabalho!

aposentadoria-previdencia-social

A aposentadoria por invalidez pode ser considerada uma compensação e não um benefício. Pois é algo que a pessoa em sã consciência não deseja. As causas da invalidez são permanentes, impossibilitando o pleno exercício laboral. As causas para a pessoa ser incapacitada são inúmeras, Podem ser citados: agentes químicos, posturas, acidentes, doenças mentais, etc.

A aposentadoria nesse caso se dá em virtude da incapacidade permanente, impossibilitando que a pessoa realize seu trabalho na plenitude, nem ser aproveitado em outra atividade. A aposentadoria se dá através de perícia médica, após persistir a incapacidade do individuo para o trabalho.

Mesmo aposentado, posso perder a aposentadoria?

Atualmente se fala muito em revisão das aposentadorias, mas isso já ocorria anteriormente, O que aumentou foi a fiscalização, em virtude de pedidos de aposentadorias estapafúrdios.

Com nosso atual governo tentando cortar gastos, até mesmo aposentados não escaparam de seus interesses fiscais.

Sabemos que aposentadoria por invalidez pode ser revertida. Mas já parou para pensar como isso é possível?

Motivos para ser negado o empréstimo por invalidez;

1° For flagrado ou houver comunicado que está trabalhando, neste caso é suspensa automaticamente a aposentadoria.

2° Falecimento. Ressalvando que existe a possibilidade de ser transformada em pensão por morte.

3° Se recuperar a sua capacidade para o trabalho.

  • O governo tenta aprovar a mudança na legislação, com a reforma da previdência, para aposentadorias por invalidez, esse grupo talvez seja que deva sofrer maior impacto com as mudanças, seja o fato de mesmo doente, ter sua remuneração substancialmente reduzida, pois irá partir de quase a metade do que deveria receber. O que ao invés de amenizar o sofrimento, pode ajudar a agravar.  O interessante é a matemática que fizeram para criar o estudo da reforma da previdência, o custo do pagamento de aposentarias por invalidez pulou de R$ 8,9 bilhões em 2002 para R$ 50,9 Bilhões em 2017. O salário mínimo era R$ 200,00 e pulou para R$ 937,00.