Imposto de Renda 2017

Entrega da Declaração de Imposto de Renda deve ser feita com cuidado

Os contribuintes tem até o dia 28/04/2017 para fazerem a declaração do imposto de Renda (IR 2017), sem multa. A declaração poderá ser feita até as 23h,59min e 59s em todo território Federal.

A receita já adianta que o valor da multa pode chegar a 20% do imposto devido.

Todos os anos vemos uma demanda enorme nos últimos dias de declaração do IR, mas apesar disso, ainda não temos a certeza do site estar sempre acessível, em virtude dos enormes acessos.

Isso demonstra que não deve ser deixado para o último instante, mas preenchido de preferência com antecedência.

A Receita Federal está seletiva e as informações devem refletir a realidade, sem omissões ou tentativas de esconder informações, que possam ser detectadas no cruzamento de dados, que poderiam levar o contribuinte a cair na malha fina. Sendo que um grande percentual, cai na malha fina, apenas por preenchimento errado das informações ou até mesmo de valores errados.

Exemplificando um erro comum, é declarar apenas o rendimento do emprego atual, omitindo o rendimento anterior.

Se por ventura o contribuinte não tiver todos os dados em mãos, é preferível entregar assim mesmo e depois retificar o restante. Mas neste caso deverá ter um grande cuidado na entrega dos dados faltantes, para evitar que se caia na malha fina.

Diferentemente dos anos anteriores, deve-se entregar junto o nro do CPF dos dependentes maiores de 12 anos até 31 de dezembro de 2016. Anteriormente era exigido que os dependentes que tivessem mais de 14 anos, deveriam ter o CPF constado.

Agora há a integração entre a geração dos formulários e envio, evitando a necessidade de dois programas para fazer a declaração.

 

Atenção!

Muito cuidados com aquilo que for dedutível:despesas médicas, despesas com educação, dependentes e pensão alimentícia (pode ser dedução ou tributação, depende o caso).

Erros comuns:

Não informar ganhos com:

aluguéis, bolsa de valores, ações

Informar Duplicidade de valores, no caso de casal, apenas um deve declarar os dependentes.